Da série
MCE Reportagens
16 Junho 2020
0
0
0
s2sdefault
 
O professor de Geografia, Edson Filadelfo, utiliza diversos recursos digitais gratuitos em suas aulas on-line (YouTube)

Professores da Rede Pública Municipal de Ensino estão usando recursos digitais gratuitos produzidos por terceiros com animações e produções profissionais para auxiliar nas aulas a distancia. Edson Filadelfo, por exemplo, professor de Geografia da E.M. Medalhista Olímpico Diego Matias Hypólito (9ª CRE), em Campo Grande, utiliza o Google Earth e o Street View, ensinando, além de Geografia, algumas palavras em inglês, para estudantes do 6° ao 9° anos.

"A escola é um espaço de possibilidades para os estudantes, especialmente os mais vulneráveis socialmente. As aulas on-line são importantes para que os alunos não achem natural ficar sem estudar. Nesse momento, meu esforço é para firmar o valor da escola na vida deles", explica Edson.

O professor está agindo de acordo com as diretrizes do Conselho Nacional de Educação (CNE), que orienta as escolas durante a pandemia do novo coronavírus. O CNE recomenda que atividades educativas sejam ofertadas durante o período de isolamento social para que as famílias e os estudantes não percam o contato com a escola e não haja retrocessos no desenvolvimento dos alunos.

"O Whatsapp e o Facebook geralmente estão incluídos no pacote de dados do celular, por isso, não têm custo adicional para os estudantes usarem, o que facilita muito o acesso deles aos vídeos e informações enviadas", conta Edson.

Natália Cardozo, professora de Matemática da E.M. Presidente Roosevelt (8ª CRE), em Realengo, pesquisou diversos aplicativos gratuitos para dinamizar o aprendizado a distância. Nesse vídeo, ela sugere quatro deles para seus alunos: Tabuada; Math Master (Mestre da Matemática, em português); Photomath (o aluno pode enviar uma foto com a dúvida e o aplicativo ensinará o passo a passo para a resolução do problema); e OBMEP (quiz que mostra a explicação para se chegar à resposta correta quando o aluno erra).

Natália disponibiliza suas contas de Facebook e Instagram para seus alunos tirarem dúvidas diretamente com ela, além de, semanalmente, falar virtualmente com suas turmas no Explana Roosevelt, canal da escola no YouTube.  O vídeo de boas-vindas do canal é com o diretor-adjunto, Douglas Cortes, e traz a seguinte mensagem para a comunidade escolar: "Nós acreditamos que a escola vai muito além de sua estrutura física - paredes, portas, mesas e cadeiras. Escola é um grupo de pessoas que se conectam com a intenção de aprender e ensinar".

Educação Infantil e anos iniciais

Na outra ponta da Educação Básica, Cristina Pombeiro, se desdobra para manter o contato com as turmas da Creche Cecília Meireles (9ª CRE), em Campo Grande. "Procuro me basear no planejamento semanal da SME e, a partir daí, desenvolvo atividades próprias, como a que fiz recentemente com o livro Vai Embora Grande Monstro Verde, do escritor e ilustrador Ed Emberley. Pesquisei uma leitura da história bem atraente e enviei pelo Whatsapp para a mãe representante, que, por sua vez, disseminou entre as outras mães da turma. Pedi também que as crianças entre três e quatro anos fizessem seu próprio monstro com o material que tivessem em casa, ou seja, se não fosse possível usar papel colorido, valia jornal, revista, papel reciclado – o que tivessem disponível". 

Cristina Pombeiro, professora da Educação Infantil, usa a leitura de histórias com técnicas de animação, disponíveis no YouTube, para desenvolver atividades com seus alunos (YouTube)

Marilene Almeida é professora alfabetizadora na E.M. Professor Manoel Maurício (9ª CRE), em Cosmos. A partir dos cadernos pedagógicos e dos descritores da SME-RJ, ela busca vídeos na internet que possam auxiliar no ensino do conteúdo proposto. Um dos sites que usa é o canal educativo no Youtube Smile and Learn (Sorria e Aprenda, em português), com vídeos para todas as matérias, baseados em consultoria de professores.

Multiclube, produtos da MultiRio selecionados por faixa etária

A MultiRio disponibiliza diversos materiais, como audiovisuais e animações, que atraem a atenção de crianças e jovens e dinamizam o aprendizado. Para facilitar o acesso dos professores, criamos a sessão Multiclube, que divide os recursos por faixa etária, tendo atrações a partir dos três anos até a adolescência. Vale a pena conferir e escolher o que estiver mais afinado com o conteúdo a ser trabalhado com os estudantes.

Outros links úteis na elaboração de atividades a distância

●    Ludovica Coruja - aulas de Matemática (material dourado, quadro valor de lugar etc.);

●    Ticolicos canal infantil (por que não colocar o dedo na tomada?, por que lavar as mãos?, por que precisa tomar banho?, por que chove?);

●    Turma da Mônica (Um plano para salvar o planeta - 3 Rs; respeito; tolerância e povo brasileiro);

●   Canal da Charlotte (desenhos animados: direitos humanos e economize a água do planeta);    

●    Um pouco sobre tudo (vídeo sobre setores da economia - Geografia 5º ano). Além do vídeo citado, esse canal oferece conteúdos para Português, Matemática, História, Biologia, Filosofia e poesia.

MCE Reportagens
Mais da Série
Relacionados
Mais Recentes