Da série
MCE Reportagens
19 Maio 2020
0
0
0
s2sdefault
 
Pixabay

"A Pedagogia é um divisor de águas na minha vida", conta Érick Jordão, professor do 6º ano no Ciep Claudio Manoel da Costa (9ª CRE), em Cosmos, Campo Grande. "O curso (na UFRRJ) me mostrou que temos que ter empatia com os estudantes, promover o  conhecimento. É diferente de jogar o conteúdo para os alunos para que se apropriem dele. Importante não é o conhecimento que o professor traz, mas a possibilidade de incentivar os alunos para que queiram pesquisar, conhecer".

Silvina Fernández é coordenadora do curso de Pedagogia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A especialista diz que, especialmente no momento atual, a Pedagogia é fundamental para que se consiga articular de forma prudente e embasada meios e modos de ensinar. "Temos que buscar soluções flexíveis. O foco deve estar sempre na garantia de aprendizagem dos alunos. É essencial que os gestores e professores contem com apoio para desenvolver suas tarefas. Neste momento de pico da crise, o esforço é manter o vínculo, dar contribuições e subsídios para que o cérebro não se desligue do processo de aprendizagem, mas a volta à escola é o que me preocupa mais – como vamos fazer? Não será possível uma escola como a que tínhamos, com salas de aproximademente 30 alunos cada. Há países que estão dividindo as turmas por grupos em rodízio. E o dia que o aluno estiver em casa, como será o estudo dele? ", se pergunta Silvia.

A Escola de Formação Paulo Freire (EPF), que normalmente oferece cursos semipresenciais para os profissionais da Rede Pública Municipal de Ensino do Rio de Janeiro, tornou todos as capacitações totalmente on-line enquanto durar o isolamento social.

Luciana Cortes, gerente de formação para o professor regente da EPF conta que, no momento, 850 professores do 1º segmento estão fazendo o curso sobre alfabetização. Outra formação on-line que está acontecendo é a de TDH, com 500 professores regentes. Há inscrições abertas até 20 de maio para agentes e secretários no minicurso de ferramentas digitais para o trabalho remoto (Microsoft Teams e Google Sala de Aula).  Esse mesmo curso já foi concluído por 8 mil professores em 2020, entre um total de mais de 30 mil inscritos. O prazo para término do curso para professores vai até 30 de junho.

Érick Jordão, professor do Ciep Claudio Manoel da Costa, citado no início da matéria, é um dos professores que fez o minicurso de ferramentas digitais. "Eu prefiro cursos presenciais, mas entendo a necessidade do on-line. Além disso, acredito que a realidade das aulas on-line veio para ficar. Em relação a utilizar de fato o Microsoft Teams para dar aulas, eu me pergunto como faremos para chegar a todos os alunos. Minha turma, por exemplo, tem 25 alunos e, por enquanto, 11 deles estão cadastrados em minha sala de aula virtual, criada no Microsoft Teams. Tudo isso é um processo. Estamos nos adaptando à realidade que se impôs. Creio que realmente o maior problema é conseguir chegar a todos os alunos, muitos deles não têm acesso a celulares, computadores e internet."     

Adriana Monteiro é a gerente da EPF responsável pela formação para gestores da Rede. "Temos 1.700 profissionais, entre diretores, diretores-adjuntos e coordenadores pedagógicos estudando pela plataforma EAD. A formação é sobre diversos aspectos de gestão (de pessoas, administrativa, escolar etc.), com estudo de casos. O curso foi organizado pelo Instituto Singularidades e a MultiRio nos auxiliou montando os webinários".

A Escola de Formação Paulo Freire é aberta a todos os educadores da Rede Pública Municipal de Ensino. Em sua página inicial, há um passo a passo  para ajudar no acesso à plataforma EAD, inclusive disponibilizando um telefone 0800 para o profissional que não esteja de posse de seu e-mail do Rioeduca, necessário para utilização da plataforma on-line.

"A sociedade possui avanços tecnológicos e de comunicação que não podem ser desprezados pelos educadores. O sistema educacional não pode ignorar a maneira com que a sociedade está se comunicando", pontua a coordenadora do curso de Pedagogia da UFRJ, Silvina Fernández.

Dia 20 de maio é dedicado ao pedagogo, o profissional que se dedica a estudar o processo ensino-aprendizagem com o objetivo de educar.

Mídias Relacionadas
MCE Reportagens
Mais da Série
Relacionados
Mais Recentes