25 Outubro 2018
0
0
0
s2sdefault
 
Eduardo Duval, Ivan Kasahara e Marcelo Salerno falam sobre o cenário da animação brasileira (Foto: Alberto Jacob Filho)

A MultiRio marcou presença na 18ª Primavera Literária do Rio, realizada no Museu da República, no Catete, na última semana. A participação da Empresa incluiu uma roda de conversa sobre animação brasileira, a exibição de algumas produções em uma sessão de cineclube e o lançamento do livro A Arte dos Contos, uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro (SME-Rio).

A Primavera Literária do Rio, promovida pela Liga Brasileira de Editoras (Libre), é realizada anualmente com o objetivo de fomentar a cultura e a literatura. O evento conta com debates, palestras, oficinas, lançamentos, exposição e venda de livros, saraus, performances, exibição de filmes e outras atrações voltadas ao público infantil.

Na sexta-feira (19), a MultiRio comandou uma roda de conversa sobre o livro Animação Brasileira: 100 Filmes Essenciais, produzido pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA), Canal Brasil e Grupo Editorial Letramento, para comemorar os 100 anos da animação nacional. A obra inclui a série Juro Que Vi, da MultiRio, realizada em colaboração com alunos da Rede Pública Municipal do Rio sobre lendas e mitos brasileiros, narrados por grandes atores nacionais.

Ivan Kasahara, jornalista e assessor de comunicação digital e impressos, mediou o papo com Eduardo Duval de Oliveira, animador e ilustrador, e Marcelo Salerno, diretor do Núcleo de Artes Gráficas e Animação. Os convidados falaram sobre o mercado de animação, as mudanças ocorridas ao longo dos anos – das técnicas tradicionais à chegada do digital –, e sobre o processo de desenvolvimento das animações.

Marcelo Salerno destacou que muitas obras contempladas no livro foram referência ou inspiração para as produções da Empresa. “Juro Que Vi dialoga, por exemplo, com Sinfonia Amazônica, o primeiro longa metragem animado brasileiro. Ambos apostam na valorização da fauna, da flora e das lendas do Brasil”, relacionou Salerno.

Eduardo Duval ressaltou a relevância do livro Animação Brasileira: 100 Filmes Essenciais. “Há poucas publicações sobre a produção de animação brasileira, e este livro vem preencher a lacuna, com cem exemplos. Espero que a obra possa estimular outros livros sobre o tema”, afirmou.

Lançamento do livro A Arte dos Contos

No mesmo dia, como parte das comemorações pelos 25 anos da MultiRio, a Empresa lançou a publicação A Arte dos Contos, uma parceria com a SME-Rio. O livro é resultado de rodas de conversa literárias realizadas com os profissionais das escolas municipais de turno único, que levaram à produção de 54 contos. Todas as CREs e as salas de leitura da Rede receberão um exemplar do livro, assim como os autores.

Luciana da Silva Barreto, Heveny Mattos, Simone Monteiro, Mônica Mello, Teresina Machado Cândido e Ninfa Parreiras (Foto: Alberto Jacob Filho)

A mesa de apresentação do projeto na Primavera Literária do Rio foi mediada por Simone Monteiro, assessora de articulação pedagógica da MultiRio, e teve como convidadas Heveny Mattos, da Gerência de Leitura e Audiovisual da SME; Mônica Mello, da Coordenação do Projeto das Escolas de Turno Único da SME; Luciana da Silva Barreto, professora da E.M. Ceará (3ª CRE) e dinamizadora no projeto; Teresina Machado Cândido, merendeira da E.M. Olga Benário Prestes (11ª CRE) e autora de um dos contos; e a escritora Ninfa Parreiras, que fez o prefácio do livro.

Heveny Mattos destacou que o maior ganho do projeto foi promover uma humanização das relações. “A literatura aproxima, e o projeto fez exatamente isso. Em um espaço de educação não tem como ser diferente”, afirmou.

Luciana da Silva Barreto, professora da Sala de Leitura e dinamizadora do projeto na E.M. Ceará, falou sobre o trabalho realizado na sua unidade e sobre a importância do projeto no sentido de valorizar professores e demais profissionais. “Muitos professores nunca tinham lido Lima Barreto, por exemplo, porque nunca haviam tido a oportunidade. Nunca tivemos um projeto voltado a professores e outros funcionários da escola dessa maneira. Estou muito realizada!”, declarou Luciana Barreto, comentando que os encontros eram “quase terapias” e que os resultados chegaram até os alunos.

“Nós lemos para os alunos os contos escritos pelos professores, eles se surpreenderam e amaram. Então, podemos dizer que, de certa forma, esse trabalho alcançou também os alunos.”

Livro produzido pela MultiRio em parceria com a SME-Rio está disponível para download (Imagem: Reprodução).

Autora de um dos contos do livro, Teresina Machado Cândido, merendeira da E.M. Olga Benário Prestes, disse que sua produção foi “simples e despretensiosa”. “Fui convidada para participar da roda de leitura na escola e achei muito bom por reunir professores e outros funcionários. Nunca imaginei participar disso! Foi uma surpresa ser selecionada e estar no livro. Tomara que tenha mais!”, empolgou-se a autora.

Encerrando o lançamento, a escritora Ninfa Parreiras, que fez o prefácio do livro, falou da emoção de participar como leitora de A Arte dos Contos. “É muito bacana ver esse trabalho se transformar em um livro e as pessoas quererem se encontrar mais, dialogar com a realidade. A literatura nos possibilita conversar com os próximos. Esta iniciativa é um exemplo para o Brasil, é preciso repercuti-lo para que outros possam se espelhar nele.”

O projeto A Arte dos Contos foi idealizado pelo diretor-presidente da MultiRio, Caique Botkay, e realizado com a participação de diversos profissionais da Empresa. Regina Protasio, jornalista e assessora da Presidência, editou o livro. Daniel Nogueira, designer de impressos da MultiRio e autor do projeto gráfico e da capa da publicação, explica a concepção visual da publicação. “A ideia foi buscar elementos gráficos que remetessem e valorizassem o clássico, mas com um visual mais contemporâneo. Também priorizamos a facilidade de leitura e a valorização das ilustrações”, conta Daniel, referindo-se às imagens criadas por Rafael Monteiro, da SME-Rio.

Veja o MultiRio na Rua sobre a Primavera Literária do Rio.

Relacionados
Mais Recentes