ACESSIBILIDADE:
Acessibilidade: Aumentar Fonte Acessibilidade: Retornar Fonte ao Tamanho Original Acessibilidade: Diminuir Fonte
Ícone do YouTube Ícone do Facebook Ícone do Instagram Ícone do Twitter Ícone do Tik Tok
Ícone Sanduíche para Navegação
Logotipo do Projeto Cartografias de Boas Práticas da Rede Navegue pelo mapa e conheça as diferentes ações escritas e promovidas por profissionais de toda a nossa Rede.
Boas Práticas
Alfabetização e Letramento
Rima na alfabetização
Informações
Relato
Considerações Finais
UNIDADE DE ENSINO
EM São Domingos - 3ª CRE
Pça. Confederação Suíça S/nº - Del Castilho
AUTOR(ES)
Debora Calixto Vieira Touguinho
Meu nome é Debora, tenho 40 anos, sou mãe da Bia, que é extremamente curiosa, como todas as crianças, e sempre disposta a desafios. Apaixonada pela minha profissão, atuo em sala de aula desde os 17. Lecionei por 15 anos em uma grande escola da rede particular e tomei posse na rede municipal do Rio há três anos.

Em 2021, assumi minha primeira turma de alfabetização, quando vivenciei a alegria que é ver um aluno florescer e se tornar leitor. Conseguir um bom resultado com essa turma e poder apresentar aos pequenos um mundo letrado é uma grande satisfação e conquista profissional.

Sou formada em Pedagogia e estou retornando à pós de Psicopedagogia, que é um sonho antigo.
CARGO/FUNÇÃO DO AUTOR
Professora Anos Iniciais
ANOS/GRUPAMENTOS ENVOLVIDOS
1102
OBJETIVOS

  • Identificar rimas e aliterações em textos, garantindo a aprendizagem por meio da compreensão da estrutura da língua.

ANOS DE ESCOLARIDADE
1º ano
HABILIDADES
1º ano - Língua Portuguesa - Identificar em textos ou versos, a presença de ritmo e aliterações.
1º ano - Língua Portuguesa - Identificar relações fonema/grafema em diferentes textos, reconhecendo que alterações na escrita dos grafemas provocam alterações na composição e significado da palavra.
1º ano - Língua Portuguesa - Perceber o espaçamento entre palavras em textos escritos, a partir da mediação docente, em rodas de conversa.
1º ano - Língua Portuguesa - Perceber rimas e aliterações em atividades orais.
1º ano - Língua Portuguesa - Utilizar, em situações de leitura e de escrita de textos, a direção da escrita.
PERÍODO DE REALIZAÇÃO
Fevereiro/2021 até Dezembro/2021

O trabalho com rimas começou com os alunos ainda no ensino remoto, com atividades voltadas ao levantamento de conhecimentos prévios. Logo nos primeiros contatos, mandei a eles um vídeo com parlendas e sugeri que fizessem parlendas em suas casas.

Assim, estabeleci que partiria do trabalho individual de letra por letra até chegar à conclusão da relação entre letras e sons – que é um dos princípios básicos da leitura –, utilizando para isso textos em versos com a presença de ritmos, rimas e aliterações.

Depois de uma seleção de parlendas populares, trava-línguas e cantigas que os alunos escutavam e decoravam fora da sala de aula, apresentei à turma diversos conteúdos literários com o propósito de despertar curiosidade no grupo sobre a musicalidade de cada texto. A sequência de atividades começava com a escrita que fiz do texto trabalhado, em que, propositalmente, registrava sílabas finais rimadas com cores diferentes.

Assim, para trabalhar aliteração e consciência silábica, criamos jogos em que a criança precisava identificar e discriminar sílabas – processo muito importante para o sucesso da alfabetização.

Os poemas curtos e cordéis que também levei à turma proporcionaram não só momentos de ludicidade como aprimoraram o gosto pela leitura e a compreensão do texto, além de estimularem as crianças a se tornarem leitoras e escritoras de poesias.

Essa proposta teve o apoio do professor de Música Dalmo Motta que, ao violão, enriqueceu nossas aulas com o encantamento trazido pelas canções que tocava. Com letras simples, repetições e trocadilhos, essas canções eram registradas no papel de comum acordo com os alunos sobre como isso deveria ser feito.

Por meio desse diálogo, decidíamos os materiais a serem usados e as crianças eram protagonistas com desenhos e a construção da escrita. Alunos em níveis avançados eram convidados a escrever e a turma fazia a análise das palavras e os ajustes necessários.

Como culminância da nossa sequência de atividades e desdobramentos sobre rimas, realizamos um trabalho em que buscamos encontrar rima para o nome de cada aluno da sala de aula e para cada funcionário da escola. O registro foi feito em cartazes com a fotografia de todos e a relação de nomes e rimas.

Esse processo, que envolveu todos os componentes da escola, foi muito prazeroso e motivador. Fizemos uma exposição desses cartazes no pátio e pude perceber alunos buscando rimas para tudo que era falado e visto ao redor.

Após o início do trabalho com as rimas, ficou visível o avanço dos alunos nos níveis de letramento e alfabetização, tanto nas produções espontâneas feitas em sala quanto nos resultados das avaliações posteriores. Se inicialmente as crianças não atentavam à sonoridade das rimas, agora elas conseguem reconhecer essa característica dentro de diferentes gêneros textuais. Agora sabem brincar de rimar!

Os avanços no campo da alfabetização também são claros: no início do ano, encontrava um número grande de pré-silábicos e silábicos sem valor sonoro, em sala. Todos conseguiram avançar e, hoje, a maioria está no nível alfabético e aprimorando seus conhecimentos ortográficos. Embora existam diferenças nos avanços, ninguém permaneceu no nível em que estava no início do ano.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CAGLIARI, Luiz Carlos. Alfabetizando sem o bá-bé-bi-bó-bu. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2009.

Registros
IMAGENS
Envie sua mensagem
E aí, professor(a)?

Gostou dessa ação, tem alguma sugestão ou quer tirar alguma dúvida com este(a) professor(a)? Mande uma mensagem para ele(a) aqui. As Cartografias também consistem neste espaço de trocas e compartilhamentos do que se produz na Rede Municipal de Educação carioca.