ACESSIBILIDADE:
Acessibilidade: Aumentar Fonte Acessibilidade: Retornar Fonte ao Tamanho Original Acessibilidade: Diminuir Fonte
Ícone do YouTube Ícone do Facebook Ícone do Instagram Ícone do Twitter Ícone do Tik Tok
Ícone Sanduíche para Navegação
Logotipo do Projeto Cartografias de Boas Práticas da Rede Navegue pelo mapa e conheça as diferentes ações escritas e promovidas por profissionais de toda a nossa Rede.
Logo Cartografias
Boas Práticas
Alfabetização e Letramento
Meias aventuras no Rio de Janeiro
Informações
Relato
Considerações Finais
UNIDADE DE ENSINO
EM Eneyda Rabello de Andrade - 4ª CRE
Praça Alberto Torres 37 - Vigário Geral
UNIDADE ESCOLAR VOCACIONADA
Unidade não vocacionada
AUTOR(ES)
Priscila Gardel
Sou Priscila Gardel, professora 40h de alfabetização, 35 anos de experiência, dentre os quais 20 anos na Rede municipal do RJ como professora. Atuei como Professora de Educação Infantil, Professora articuladora, Professora sala de recursos e atualmente pertenço à 4 coordenadoria de ensino atuando como professora alfabetizadora na Escola Municipal Eneyda Rabello de Andrade. Sou formada em Pedagogia e com pós graduação em Neurociências pedagógica, sempre participo das formações propostas pela SME, porque acredito que minha prática precisa estar pautada em estudo e evidências. Sou uma professora romântica, sonho e luto por uma educação afetuosa e significativa para as crianças, essa é a minha maior fonte de inspiração, fazê-los perceber o quanto são importantes para mundo melhor !


CARGO/FUNÇÃO DO AUTOR
Professor II 40H
ANOS/GRUPAMENTOS ENVOLVIDOS
1º ano
OBJETIVOS

Levar o aluno a conhecer as diferentes e ricas maneiras de expressão e interações com o outro com criatividade e criticidade, percebendo-se como parte integrante de uma sociedade cidadã, aOlém de conhecer e valorizar sua história e a cultura, respeitando as semelhanças e diferenças que existem, bem como despertar a conscientização da necessidade de preservação dos espaços naturais e públicos, respeitar e cuidar do meio ambiente.

HABILIDADES
1º ano - Anos Iniciais - Elaborar coletivamente produções textuais a partir de histórias lidas ou ouvidas, assumindo diferentes papéis (professor como escriba/aluno como escritor).
1º ano - Anos Iniciais - Expressar em interações orais em sala de aula seus sentimentos e opiniões, argumentando e questionando, respeitando os turnos de fala e a opinião dos outros.
1º ano - Anos Iniciais - Localizar informações explícitas, literalmente expressas no texto.
1º ano - Anos Iniciais - Organizar oralmente textos a partir do critério começo, meio e fim.
1º ano - Artes Cênicas - Reconhecer emoções e sentimentos nas personagens das histórias a partir da dramaturgia oral ou escrita
1º ano - Artes Visuais - Usar diferentes formas de expressão artística com a utilização de recursos sustentáveis de materiais, instrumentos e técnicas
1º ano - Ciências - Identificar alternativas de CONSUMO CONSCIENTE dos materiais utilizados na escola ou no seu cotidiano.
1º ano - Geografia - Perceber semelhanças e diferenças básicas entre os lugares, distinguindo jogos, moradias, objetos de uso diário e formas de brincar em diferentes tempos e espaços.
1º ano - História - Reconhecer as relações pessoais, familiares e comunitárias com os ambientes naturais e humanos que frequentamos.
PERÍODO DE REALIZAÇÃO
Julho/2022 até Setembro/2022
PÁGINA(S) DA PRÁTICA/PROJETO NA INTERNET
www.facebook.com/media/set/?set=a.536703901592174&type=3&mibexitd=ncKXMA
www.instagran.com/p/ChExOwh5/?igshid=NjFhOGMzYTE3ZQ

A proposta do projeto meias aventuras desenvolvido pela Multirio e distribuído para as turmas de 1° ano das escolas da rede municipal do rio de janeiro foi o ponto de partida dessa experiência. Esse rico material que conta com aventuras em vídeos dos personagens, também possibilita que ampliemos as possibilidades de aprendizado com qualquer conteúdo, propondo desafios para as crianças.

Assim nossa turma iniciou o uso do kit camarim meio mágico, material que as escolas receberam. Construímos dois bonecos de meia que foram inseridos na temática que estávamos desenvolvendo em sala de aula: folclore e meio ambiente. O desafio foi usar os personagens das lendas folclóricas a favor do meio ambiente, visto que quase todas as lendas, trazem á tona temas relativas ao convívio e cuidados com a natureza.

Cada personagem do folclore visitava um ponto turístico do Rio de janeiro e encontrava o personagem do meias aventuras, que não agia com as regras de convívio coletivo nos espaços públicos e na natureza e claro dava pequenas lições de cidadania aos nossos bonecos de meia.

E que natureza melhor para abordar do que a nossa Cidade maravilhosa?! Assim iniciou-se o desenvolvimento das habilidades pretendidas, nas leituras, exposição de opiniões, a conversa em roda, onde todos desejavam falar e aprenderam a aguardar sua vez, a elaboração do pensamento para expressar uma ideia com organização, a procura de informações nos textos, livros e Internet, antecipando assuntos, usando todo acervo de conhecimentos já adquiridos nas práticas leitoras.

As tradições culturais do nosso povo, sempre trazem um encantamento especial para as crianças, assim, usamos filtros do Instagran com vídeos, para que eles pudessem experimentar a sensação de serem esses personagens do nosso folclore, esses filtros foram impressos e os alunos foram os próprios personagens, usados no teatro de fantoche.

Elaboramos coletivamente os diálogos do teatro que apresentaríamos, a escrita dos storyboard, feitas individualmente, com correção de ajuste, á medida que líamos.

Combinamos que a apresentação do teatro de fantoche seria gravada em vídeo, para que eles pudessem se assistir e ser uma forma de registro permanente da construção do processo. No teatro as crianças leram o que escreveram: suas falas, isso foi fascinante para eles. Foi um momento marcante para a turma! Com as cenas impressas, confeccionamos o storyboard da apresentação teatral.

Finalizamos a experiência com mais expressão artística em um piquenique literário na praia de Copacabana, que confeccionamos coletivamente com materiais trazidos de casa e obras que pintaram! Ainda com reaproveitamento de materiais que iriam para o lixo, fizeram coletivamente brinquedos para levar ao piquenique também. Toda comunidade escolar visitou e participou desse momento divertido e cheio de ginga com os carioquinhas da turma 1101

Esta experiência com o projeto meias aventuras possibilitou ampliar a expressão dos alunos em diferentes linguagens e tornou atraente e divertido aprender!

Todas as etapas, desde a criação dos fantoches, o encantamento dos filtros com os personagens das lendas folclóricas visitando nossa cidade maravilhosa, a escrita e leitura dos scripts para a apresentação do teatro, as conversas e pesquisas sobre o cuidado com os espaços tão lindos do Rio de janeiro, a gravação em vídeo do teatro que apresentaram até o piquenique literário na praia de’ Copacabana’ da Eneyda Rabello, a conscientização do descarte correto do lixo que produzem e seu reaproveitamento, tudo isso oportunizou aos alunos uma vivência lúdica e urgente, sim aprender a ler o mundo e ter os olhos encantados para a escola.

A gama ampliada de habilidades desenvolvidas nessa proposta foi levada para além dos muros da escola, ser criança cidadã, o protagonismo que o conhecimento vivido lhes trouxe sempre estará em suas vidas

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Material Rioeduca - Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro

https://www.multirio.rj.gov.br/index.php/meias-aventuras

RIO DE JANEIRO: A CIDADE MARAVILHOSA - 1ªED.(2007). AUTOR: Marcia Noemia Guimaraes EDITORA : Cortez

Registros
Envie sua mensagem
E aí, professor(a)?

Gostou dessa ação, tem alguma sugestão ou quer tirar alguma dúvida com este(a) professor(a)? Mande uma mensagem para ele(a) aqui. As Cartografias também consistem neste espaço de trocas e compartilhamentos do que se produz na Rede Municipal de Educação carioca.