ACESSIBILIDADE:
Acessibilidade: Aumentar Fonte Acessibilidade: Retornar Fonte ao Tamanho Original Acessibilidade: Diminuir Fonte
Ícone do YouTube Ícone do Facebook Ícone do Instagram Ícone do Twitter Ícone do Tik Tok
Ícone Sanduíche para Navegação
Logotipo do Projeto Cartografias de Boas Práticas da Rede Navegue pelo mapa e conheça as diferentes ações escritas e promovidas por profissionais de toda a nossa Rede.
Boas Práticas
Anos Finais
Minha sala, minhas regras - ressignificando o espaço de convivência
Informações
Relato
Resultados Observados
UNIDADE DE ENSINO
EM Presidente João Goulart - 2ª CRE
Rua Barão de Mesquita 850 - Andaraí
UNIDADE ESCOLAR VOCACIONADA
Unidade não vocacionada
AUTOR(ES)
Cristiane Coutinho Ferreira
Na Rede Municipal do Rio de Janeiro desde 1995, já exerci muitos papéis: regência em projetos, programação e planejamento de materiais, classes especiais, sala de leitura, direção adjunta... em 28 anos, sempre em sala de aula, buscando novas alternativas para as diferentes demandas que se apresentam ano após ano. Atualmente atuando na EM Presidente João Goulart, unidade de turno único, localizada no Andaraí, como regente de Geografia e Projetos Orientadores, sempre em busca de uma educação de qualidade mesmo com tantos desafios pós pandemia.
CARGO/FUNÇÃO DO AUTOR
PEF Geografia - Regente
ANOS/GRUPAMENTOS ENVOLVIDOS
6º ano
7º ano
8º ano
9º ano
OBJETIVOS

Restabelecer a função educativa e construtiva do espaço escolar;

Construir pertencimento visando preservação do espaço das salas de aulas;

Tornar os ambientes das salas identitários, com o registro de ideias e pensamentos formulados pelos alunos;

Ampliação de vocabulário;

Desenvolver a percepção da capacidade das sociedades de transformação dos espaços de convivência;

Incentivar a comunicação não violenta e o desejo pela presença na escola.

HABILIDADES
6º ano - Geografia - Analisar as transformações nas paisagens através dos tempos, em diferentes tipos de sociedade, Identificando as heranças e as presenças culturais dos povos indígenas e comunidades quilombolas.
7º ano - Geografia - Analisar as transformações nas paisagens através dos tempos, em diferentes tipos de sociedade, Identificando as heranças e as presenças culturais dos povos indígenas e comunidades quilombolas.
8º ano - Geografia - Conhecer aspectos da dinâmica demográfica e indicadores sociais e econômicos, identificando a produção de desigualdades na América Anglo-Saxônica.
9º ano - Geografia - Identificar algumas redes e movimentos sociais que atuam pelo mundo, buscando compreender as suas reivindicações, a sua importância para a democracia e para a ampliação de direitos.
PERÍODO DE REALIZAÇÃO
Janeiro/2022 até Novembro/2023

Ao chegar a EM Presidente João Goulart me deparei com salas sujas, inúmeras pichações, principalmente nos basculantes das janelas, onde se notavam desde xingamentos gratuitos, ofensas direcionadas, desenhos obscenos, siglas e símbolos de comandos criminosos da região. A proposta para o início da transformação foi a discussão da construção do espaço social, que carrega os anseios, projetos da sociedade que o habita e imprime no espaço suas tecnologias, esperanças e cultura, obviamente os alunos perceberam que "aqueles" escritos não significavam nada disso. No segundo momento foi apresentada a técnica do lettering e o planejamento do que cada um gostaria de registrar nas janelas, qual seria sua herança? Que marca positiva você gostaria de deixar no espaço de convivência? Foram estimulados a escrever algo que lhes oferecesse apoio nos momentos difíceis e de desânimo, um auxílio psicológico no momento das dificuldades. Reservamos as frases. O terceiro momento foi a preparação da "tela" para a arte. Pintamos as janelas com tinta preta lousa e finalmente colocamos nossas frases reservadas a público, através da técnica do lettering, utilizando canetas de giz líquido para dar a possibilidade de apagar e reescrever ao longo do percurso.

Cada sala com sua identidade, religiosidade, esperança, coragem, resistência... tantos valores no lugar de palavrões e agressões. É possível construir um espaço mais democrático, respeitoso, acolhedor e produtivo. O sentimento de pertencimento muda as relações, pacifica o discurso, fortalece os laços com a escola.

As pichações acabaram na EM João Goulart, não há mais casos de quebra de basculantes, ofensas registradas pelas janelas e paredes. Há um visível carinho relacionado ao espaço construído. A conservação do ambiente das salas mudou radicalmente, reduzindo, inclusive o lixo recolhido ao final do dia. Observa-se o orgulho da autoria e, mesmo alunos que, no início do processo não se envolveram por não acreditarem na sua capacidade da escrita artística, sentem-se felizes pelo trabalho realizado.
Registros
IMAGENS
PDFs
Envie sua mensagem
E aí, professor(a)?

Gostou dessa ação, tem alguma sugestão ou quer tirar alguma dúvida com este(a) professor(a)? Mande uma mensagem para ele(a) aqui. As Cartografias também consistem neste espaço de trocas e compartilhamentos do que se produz na Rede Municipal de Educação carioca.