ACESSIBILIDADE:
Acessibilidade: Aumentar Fonte Acessibilidade: Retornar Fonte ao Tamanho Original Acessibilidade: Diminuir Fonte
Ícone do YouTube Ícone do Facebook Ícone do Instagram Ícone do Twitter Ícone do Tik Tok
Ícone Sanduíche para Navegação
Logotipo do Projeto Cartografias de Boas Práticas da Rede Navegue pelo mapa e conheça as diferentes ações escritas e promovidas por profissionais de toda a nossa Rede.
Boas Práticas
Alfabetização e Letramento
Leitura de ajuste
Informações
Relato
Considerações Finais
UNIDADE DE ENSINO
EM Joseph Bloch - 4ª CRE
Rua álvaro de Macedo 77 - Parada de Lucas
AUTOR(ES)
Rosemere Fraga da Silva
Sou formada em Pedagogia pela Faculdade de Educação da Baixada Fluminense (FEBF/Uerj) e pós-graduada em Psicopedagogia e Educação Especial pela Faculdade FaSouza, de Ipatinga (MG), o que me possibilita trabalhar como professora do Ensino Fundamental I e de Atendimento Educacional Especializado (AEE).

Atuo na alfabetização desde 2010 como professora do município. Por dois anos seguidos, trabalhei com uma turma do projeto de alfabetização Nenhuma Criança a Menos.

Participei de capacitações nas áreas de Alfabetização e de Educação Especial, das quais destaco as formação em Alfabetização promovida pelo Profappe em 2015 e a formação Aperfeiçoamento em Educação Especial e Inclusiva oferecida pela Cecierj/Uerj em 2019.
CARGO/FUNÇÃO DO AUTOR
Professor II e Professor AEE
ANOS/GRUPAMENTOS ENVOLVIDOS
1101
OBJETIVOS

  • Proporcionar ao estudante a oportunidade de ler, mesmo não tendo ainda adquirido os conhecimentos necessários para uma leitura convencional.
  • Potencializar a compreensão do sistema de escrita com o ajuste da recitação ao apontamento da palavra escrita.
  • Reconhecer letras, palavras e rimas.
  • Refletir sobre a escrita e a leitura.

ANOS DE ESCOLARIDADE
1º ano
HABILIDADES
1º ano - Língua Portuguesa - Escrever palavras
1º ano - Língua Portuguesa - Escrever, espontaneamente ou por ditado, palavras e frases de forma alfabética – usando letras/grafemas que representem fonemas.
1º ano - Língua Portuguesa - Identificar a existência de espaço separando uma palavra de outra.
1º ano - Língua Portuguesa - Identificar e ler palavras a partir de diferentes gêneros textuais. 
1º ano - Língua Portuguesa - Identificar em textos ou versos, a presença de ritmo e aliterações.
1º ano - Língua Portuguesa - Identificar relações fonema/grafema em diferentes textos, reconhecendo que alterações na escrita dos grafemas provocam alterações na composição e significado da palavra.
1º ano - Língua Portuguesa - Identificar relações fonema/grafema nas diversas atividades orais.
1º ano - Língua Portuguesa - Perceber o espaçamento entre palavras em textos escritos, a partir da mediação docente, em rodas de conversa.
1º ano - Língua Portuguesa - Perceber rimas e aliterações em atividades orais.
1º ano - Língua Portuguesa - RECONHECER E UTILIZAR A DIREÇÃO DA ESCRITA EM SITUAÇÕES DE LEITURA E ESCRITA DE TEXTOS.
1º ano - Língua Portuguesa - Reconhecer, a partir da leitura do professor, informações explícitas em diferentes gêneros textuais, com mediação. Identificar relações fonema/grafema nas diversas atividades orais.
1º ano - Língua Portuguesa - Utilizar, em situações de leitura e de escrita de textos, a direção da escrita.
1º ano - Matemática - Executar a contagem de um grupo de objetos, pessoas e animais.
1º ano - Matemática - Quantificar elementos de uma coleção: por pareamento, estimativa, utilizando diferentes estratégias de registros. 
1º ano - Matemática - Resolver problemas de adição, envolvendo números de até dois algarismos, com os significados de juntar, acrescentar, com o suporte de imagem e/ou material manipulável, utilizando estratégias e formas de registro pessoais.
PERÍODO DE REALIZAÇÃO
Setembro/2021 até Setembro/2021

A leitura de ajuste permite que o estudante em fase inicial de alfabetização leia a partir da recitação de um texto ou canção que conheça de cor. A proposta consiste em o aluno apontar as palavras do texto escrito enquanto lê, relacionando-as ao recitado. Depois, por meio de intervenções do(a) professor(a), o estudante é instigado a refletir sobre o processo de leitura e escrita através do reconhecimento de palavras, letras e rimas.

Antes da leitura de ajuste com os estudantes da turma 1101, propus uma brincadeira de roda com a cantiga infantil Corre, cutia!. O objetivo foi articular o lúdico com as situações de aprendizagem ocorridas em sala de aula. Dessa forma, foi possível que todos os alunos da turma memorizassem a música. Os versos da cantiga Corre, cutia! foram escritos em letras de imprensa maiúsculas e expostos em um cartaz. Fizemos uma leitura coletiva. Enquanto as crianças cantavam a canção, eu apontava as palavras no cartaz com o auxílio de uma régua, proporcionando a elas a oportunidade de compreender que existe relação entre o que é escrito e o que é falado. Em seguida, convidei os estudantes a fazer a leitura de ajuste diante da turma. Ao longo da atividade, fiz intervenções estimulando-os a refletir sobre especificidades do sistema de escrita alfabética como espaçamento entre palavras, direção da escrita e som inicial e som final das palavras. Em seguida, cada estudante recebeu uma cópia em papel dos versos da cantiga infantil e sugeri que circulassem as palavras ditadas, sinalizando oralmente as rimas.

De acordo com o nível de desenvolvimento individual alcançado, os estudantes trabalharam atividades sistematizadas como texto fatiado e autoditado, com e sem apoio. Também desenvolvemos atividades que promovem a interdisciplinaridade, favorecendo o diálogo entre as diversas áreas do conhecimento como contagem e registro de quantidades e adições com os elementos que aparecem na canção.

Segundo SOARES (2020), “o texto deve ser o eixo central do processo de alfabetização”. Por isso, é importante que a criança esteja exposta ao texto, mesmo que ainda não tenha adquirido as habilidades de decodificação, principalmente quando o contato é com um texto conhecido e que faça sentido para ela.

As atividades de leitura de ajuste foram realizadas no 1º ano, em vários momentos, abordando outros textos como letras de cantigas de roda, versos e parlendas.

Diante da realização das atividades, foi possível observar que os alunos desenvolveram segurança e autoconfiança ao perceberem que conseguiam ler e localizar as palavras no texto, sendo provocados a um processo de reflexão contínua sobre o sistema de escrita. Eles puderam perceber a importância da leitura, auxiliar seus colegas e compartilhar com eles suas reflexões e sentiram-se motivados a descobrir novos fonemas que possibilitassem a leitura de novas palavras

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

RIO DE JANEIRO (Cidade). Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Secretaria Municipal de Educação. Priorização Curricular 2022. Acesso em: 27 set. 2022.

SMITH, Frank. Leitura significativa. Trad. Beatriz Afonso Neves. 3. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.

SOARES, Magda. Alfaletrar: toda criança pode aprender a ler e a escrever. São Paulo: Contexto, 2020.

Registros
IMAGENS
VÍDEOS
Envie sua mensagem
E aí, professor(a)?

Gostou dessa ação, tem alguma sugestão ou quer tirar alguma dúvida com este(a) professor(a)? Mande uma mensagem para ele(a) aqui. As Cartografias também consistem neste espaço de trocas e compartilhamentos do que se produz na Rede Municipal de Educação carioca.