ACESSIBILIDADE:
Acessibilidade: Aumentar Fonte Acessibilidade: Retornar Fonte ao Tamanho Original Acessibilidade: Diminuir Fonte
Ícone do YouTube Ícone do Facebook Ícone do Instagram Ícone do Twitter Ícone do Tik Tok
Ícone Sanduíche para Navegação
Logotipo do Projeto Cartografias de Boas Práticas da Rede Navegue pelo mapa e conheça as diferentes ações escritas e promovidas por profissionais de toda a nossa Rede.
Boas Práticas
Cultura Maker
Geogebra e massinha, uma possibilidade de união
GET
Informações
Relato
Resultados Observados
UNIDADE DE ENSINO
EM Pablo Picasso - 8ª CRE
Rua Arari, S/N - Bangu
AUTOR(ES)
CRYSTIANE DE BARROS CARVALHO E THIAGO DO CARMO LOPES
Crystiane de Barros Carvalho é servidora municipal há 12 anos. É professora de ensino fundamental - Anos Iniciais e atualmente está como coordenadora pedagógica do primeiro GET da 8° CRE - GET Pablo Picasso, em Padre Miguel. É graduada em História e em Pedagogia pela Faculdades Integradas Simonsen. E pós-graduada em neuropsicopedagogia pela Universidade Castelo Branco. Tem paixão pelo que faz, é dedicada, responsável e determinada.

Thiago do Carmo Lopes é servidor municipal há 11 anos. Fez o curso normal no Instituto Educacional Colônia do Saber e é licenciado em matemática pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atua como Professor de Ensino Fundamental dos Anos Iniciais, no Ginásio Experimental Tecnológico Pablo Picasso desde 2021. É curioso, gosta de matemática, tecnologia e interessa-se, na área da educação matemática, por metodologias ativas de aprendizagem.
CARGO/FUNÇÃO DO AUTOR
CRYSTIANE: PROFESSORA DOS ANOS INICIAIS (COORDENADORA PEDAGÓGICA); THIAGO: PROFESSOR DOS ANOS INICIAIS
ANOS/GRUPAMENTOS ENVOLVIDOS
5º ano
OBJETIVOS
Desenvolver o raciocínio geométrico-espacial projetando poliedros com o uso do software Geogebra, permitindo que os estudantes experimentem as múltiplas nuances de software de geometria dinâmica, e construir os poliedros projetados no software com as próprias mãos, utilizando materiais de baixo custo, a fim de despertar no educando a curiosidade para a realização de experimentações, identificando possibilidades e limitações dos recursos utilizados.
HABILIDADES
5º ano - Matemática - Associar prismas e pirâmides a suas planificações e analisar, estabelecendo relações entre as representações planas e espaciais.
PERÍODO DE REALIZAÇÃO
Março/2023 até Março/2023
Uma das grandes dificuldades observadas ao longo de nossa trajetória em sala de aula é a construção de uma percepção geométrica, que possibilite ao estudante visualizar tridimensionalmente objetos geométricos apresentados a ele de maneira bidimensional. Em nossa escola, dados obtidos junto ao CAED mostram que 61% dos alunos do 5° ano/22 conseguiram “reconhecer as faces dos poliedros e as bases do cone e do cilindro como regiões planas e seus contornos como figuras planas”. 83% desses mesmos alunos associaram figuras espaciais a suas planificações (prismas, pirâmides, cilindros e cones), sendo capazes de analisar, nomear e comparar os atributos dessas figuras. Dividimos os alunos em trios e fornecemos a cada equipe um notebook com acesso ao software Geogebra – Calculadora 3D. Num primeiro momento, precisamos realizar a revisão de alguns conteúdos anteriores. Retomamos oralmente os conceitos trabalhados sobre figuras bidimensionais e figuras tridimensionais, além das definições de arestas, vértices e faces de poliedros. Após esse momento de revisão oral, colocamos as definições matemáticas de bidimensionalidade e tridimensionalidade. Solicitamos aos estudantes exemplos de figuras planas. Eles, então, sugeriram "triângulo" e "retângulo", que desenhamos no quadro. Após isso, solicitamos que os estudantes nos dessem exemplos de objetos do cotidiano que possuíssem três dimensões. Eles apontaram “caixa de sapato”, “lata de lixo”, “casquinha de sorvete", “Cubo mágico”... Desenhamos então no quadro um paralelepípedo e uma pirâmide de base quadrangular. Destacamos, visualmente, nos sólidos geométricos desenhados, os elementos: vértice, aresta e faces e os definimos oralmente. Após isso passamos a, intencionalmente, explorar as ferramentas que utilizaríamos na realização de nossa atividade. Com a finalidade de sistematizar as informações, elaboramos um pequeno tutorial (no word) para a construção de sólidos geométricos. Assim, pedimos que as crianças realizassem quatro projetos, com o suporte do software Geogebra 3D: a construção de uma pirâmide pentagonal, de um prisma pentagonal e, se fosse possível, uma pirâmide pentagonal contida num prisma pentagonal e um prisma pentagonal contido num pirâmide pentagonal. Caso não fosse possível, que eles argumentassem o porquê da impossibilidade. Todos conseguiram construir virtualmente os sólidos. Passamos então à fase tátil do projeto: as crianças deveriam construir os poliedros utilizando palitos de churrasco e massinha de modelar. Mais uma vez, todos conseguiram construir os poliedros que projetaram no software. Porém, nem todos conseguiram construir a pirâmide dentro do prisma, pois utilizaram alturas diferentes nos sólidos. Ao final da atividade, percebemos que a maior parte dos alunos conseguiu melhorar na habilidade de associar os prismas e as pirâmides às suas planificações, bem como analisar e comparar os elementos arestas, faces e vértices dos sólidos.
Ao final da atividade, percebemos que todos os estudantes conseguiram construir virtualmente os sólidos e passamos então à fase tátil do projeto: as crianças deveriam construir os poliedros utilizando palitos de churrasco e massinha de modelar. Mais uma vez, todos conseguiram construir os poliedros que projetaram no software. Porém, nem todos conseguiram construir a pirâmide dentro do prisma, pois utilizaram alturas diferentes nos sólidos. Percebemos que a maioria dos alunos conseguiu melhorar na habilidade de associar os prismas e as pirâmides às suas planificações, bem como analisar e comparar os elementos arestas, faces e vértices dos sólidos. Percebemos também um engajamento diferenciado dos alunos do que experimentamos outras vezes apenas com a atividade de recorte/colagem de poliedros planificados, como geralmente vêm nos livros didáticos. A dificuldade que nos saltou aos olhos foi a comunicação entre eles mesmos. Muitos deles não negociaram com seus pares a atuação nas tarefas.
Registros
IMAGENS
Estudantesda turma 1501 construindo o projeto que modelaram no software Geogebra 3D
Estudantes da 1502 após terem construído uma pirâmide pentagonal contida num prisma pentagonal
VÍDEOS
PDFs
Envie sua mensagem
E aí, professor(a)?

Gostou dessa ação, tem alguma sugestão ou quer tirar alguma dúvida com este(a) professor(a)? Mande uma mensagem para ele(a) aqui. As Cartografias também consistem neste espaço de trocas e compartilhamentos do que se produz na Rede Municipal de Educação carioca.