ACESSIBILIDADE:
Acessibilidade: Aumentar Fonte Acessibilidade: Retornar Fonte ao Tamanho Original Acessibilidade: Diminuir Fonte
Ícone do YouTube Ícone do Facebook Ícone do Instagram Ícone do Twitter Ícone do Tik Tok
Ícone Sanduíche para Navegação
Logotipo do Projeto Cartografias de Boas Práticas da Rede Navegue pelo mapa e conheça as diferentes ações escritas e promovidas por profissionais de toda a nossa Rede.
Boas Práticas
Educação das Relações Étnico-Raciais
Projeto "Da minha janela vejo meu bairro, veja a minha história"
Informações
Relato
Resultados Observados
TEMÁTICA SELECIONADA
  • Práticas de educação das relações étnico-raciais
UNIDADE DE ENSINO
CM Francisco de Paula - 2ª CRE
Rua Correia de Oliveira 21 - Vila Isabel
AUTOR(ES)
Natália Saraiva e Márcia Perdigão
Eu sou Natália Saraiva, mulher preta de 38 anos, nascida e criada na comunidade do Mata Machado no bairro do Alto da Boa Vista. Sou casada e mãe de um trio (Elis, Enzo e Enrico). Sou pedagoga e estou na prefeitura do Rio há 7 anos atuando como professora de educação infantil. Atualmente estou lotada na Creche Municipal Francisco de Paula no bairro de Vila Isabel e sou apaixonada pela educação infantil.

Eu sou Márcia Perdigão, tenho 52 anos, casada, mãe do Leonardo, vovó da Catarina e logo logo serei vovó do Conrado, que já está para chegar. Atuo há 14 anos na educação infantil, fui agente de educação e hoje estou como professora adjunta de educação infantil. Tenho em minha formação acadêmica o curso de formação de professores e a licenciatura em Pedagogia. Além disso, tenho os cursos extracurriculares: "Onã Infâncias e Relações Étnico-racias" e o curso de Letramento Racial.
CARGO/FUNÇÃO DO AUTOR
PEI e PAEI
ANOS/GRUPAMENTOS ENVOLVIDOS
Berçário
OBJETIVOS

Possibilitar que a criança se reconheça como indivíduo social e cultural por meio das interações e da vivência em diferentes situações, identificando suas características, potencialidades e seus limites, incentivando o respeito mútuo para com o outro, observando os diferentes lugares de vivencia (casa, escola e bairro) com as diferenças e semelhanças entre cada um, trabalhando coletivamente e de forma cooperativa para o desenvolvimento do seu protagonismo.

HABILIDADES
Educação Infantil - Educação Infantil - Brincar com jogos cantados, músicas, cantigas de roda; fazer a leitura de obras de artes visuais demonstrando suas impressões diante de produções de outros artistas e de suas próprias obras
Educação Infantil - Educação Infantil - Brincar com objetos presentes em seu meio social e, com a mediação do adulto, construir critérios de classificação, pontuando semelhanças e diferenças.
Educação Infantil - Educação Infantil - Reconhecer a si mesmo e pessoas que lhes são mais próximas, a partir das narrativas produzidas na interação.
Educação Infantil - Educação Infantil - Reconhecer-se enquanto sujeito pertencente a um grupo social que respeita e é respeitado por sua maneira de ser e de agir.
PERÍODO DE REALIZAÇÃO
Agosto/2022 até Novembro/2022

O projeto surgiu a partir de duas situações: a primeira, após observarmos um grande interesse das crianças pelas atividades realizadas com espelhos, onde geralmente permaneciam um bom tempo admirando seus reflexos; a segunda, quando notamos entusiasmo e curiosidade dos pequenos quando, posteriormente à leitura do livro “Da minha janela”, do autor Otávio Júnior, colocamos elas para olhar a vista da janela da sala de aula. Aproveitamos que a creche está localizada em Vila Isabel, um bairro recheado de história e representatividade, e pensamos em algo que pudesse contribuir com o processo contínuo de autoconhecimento e autonomia, já que entendemos que ter consciência de nós, do nosso papel, da nossa importância, da nossa origem e da nossa história, é o que permite sermos atuantes nos meios em que vivemos.

O projeto foi dividido em 4 momentos: iniciamos o projeto trabalhando a autoestima das crianças realizando atividades que destacassem as diferenças e enaltecessem cada uma delas. Finalizamos esse momento com um baile real intitulado "Todo menino é um rei", inspirado na canção de Roberto Ribeiro. No segundo momento, trabalhamos o bairro, criamos dois personagens inspirados nas celebridades - Martinha e Noel - que acompanharam as crianças ao longo da jornada pelas calçadas musicais do bairro de Vila Isabel. No terceiro momento, falamos das famílias em seus diversos formatos e finalizamos com a culminância inspirada no professor Mário Chagas, realizamos um Museu do Nada, onde as famílias trouxeram objetos que contassem uma história que foi compartilhada com todos da sala.

Nosso projeto teve como referências obras de Heitor dos Prazeres e Artur Timóteo da Costa. Na parte musical utilizamos Chiquinha Gonzaga, Martinho da Vila, Noel Rosa, entre outros. Usamos os livros "O cabelo de Lelê", "Pedrinho cadê você?", "Amoras", "O pequeno príncipe preto", entre outros.

O projeto proporcionou às crianças experiências e vivências significativas. Acreditamos que eles entenderam o valor das diferenças e que não somos todos iguais. Ter essa representatividade foi de extrema importância e necessidade, já que muitos puderam se reconhecer como pertencentes naquele espaço. Mostrar o bairro também foi muito significativo, já que o aprendizado foi pautado na realidade dos pequenos.

Esperamos que todas as histórias vistas da janela do berçário EI-13 seja uma das primeiras de muitas que estão por vir.

Registros
IMAGENS
PDFs
Envie sua mensagem
E aí, professor(a)?

Gostou dessa ação, tem alguma sugestão ou quer tirar alguma dúvida com este(a) professor(a)? Mande uma mensagem para ele(a) aqui. As Cartografias também consistem neste espaço de trocas e compartilhamentos do que se produz na Rede Municipal de Educação carioca.