ACESSIBILIDADE:
Acessibilidade: Aumentar Fonte Acessibilidade: Retornar Fonte ao Tamanho Original Acessibilidade: Diminuir Fonte
Ícone do YouTube Ícone do Facebook Ícone do Instagram Ícone do Twitter Ícone do Tik Tok
Ícone Sanduíche para Navegação
Logotipo do Projeto Cartografias de Boas Práticas da Rede Navegue pelo mapa e conheça as diferentes ações escritas e promovidas por profissionais de toda a nossa Rede.
Boas Práticas
Midiaeducação
Podcast - Fake News
Informações
Relato
Resultados Observados
UNIDADE DE ENSINO
EM Joaquim Nabuco - 2ª CRE
Rua Dona Mariana 148 - Botafogo
AUTOR(ES)
Fernanda de Almeida Carvalho
Professora regente das disciplinas Língua Inglesa e Projetos Integradores na Escola Municipal Joaquim Nabuco/ 2ª CRE. Sou a professora responsável pela Cozinha Experimental que está sendo implementada na escola por meio da parceria extensionista entre SME e a UERJ. Possuo pós-graduação em nível de Aperfeiçoamento em Mídias na Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2010) e graduação em Letras (Português-Inglês) pela Universidade Salgado de Oliveira (2005). Sou graduanda no curso de Pedagogia da Faculdade de Formação de Professores da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ-FFP), fui aluna bolsista do Programa Institucional de Iniciação à Docência PIBID (2020) no subprojeto Alfabetização na EJA e letramento racial. Fui aluna da primeira turma do curso "A Escola na Cultura Digital", promovido pela MultiRio e realizado na plataforma de ensino a distância (EAD) da Escola de Formação Paulo Freire.
CARGO/FUNÇÃO DO AUTOR
Prof 1 - Inglês
ANOS/GRUPAMENTOS ENVOLVIDOS
9º ano
OBJETIVOS

Identificar recursos linguísticos recorrentes em textos falsos;

Aprender a checar as informações em sites confiáveis antes de compartilhar;

Distinguir um fato de uma opinião

Produzir um podcast sobre o assunto

HABILIDADES
9º ano - Língua Portuguesa - Distinguir um fato de uma opinião.
9º ano - Língua Portuguesa - Produzir textos, individual e coletivamente, de acordo com as condições de produção (finalidade, gênero, interlocutor), utilizando recursos gráficos suplementares (distribuição espacial, margem, letra maiúscula).
9º ano - Língua Portuguesa - Reconhecer as diferentes partes de uma notícia: título (ou manchete), subtítulo, lide, corpo da notícia.
PERÍODO DE REALIZAÇÃO
Maio/2022 até Maio/2022
PÁGINA(S) DA PRÁTICA/PROJETO NA INTERNET
@emjoaquimnabuco

A atividade foi realizada em três etapas a seguir:

1. Sensibilização: iniciamos com o vídeo “Fake News: Não faça parte dessa mentira!”. O vídeo é um experimento produzido pela Rede Globo. O experimento é feito enquanto um grupo de pessoas esperava uma suposta gravação nos estúdios da Globo. Enquanto esperavam, foi implantada uma notícia falsa sobre a saída da repórter Fernanda Gentil da emissora e o mais surpreendente foi a rapidez com que a notícia foi espalhada. Em uma hora o grupo tinha passado o vídeo para 138 pessoas sem procurar saber se era verdade ou mentira. A segunda parte do vídeo é uma reportagem de um caso triste e emblemático em que uma mulher foi morta depois da vinculação de uma notícia falsa sobre ela.

2. Ativação: Gênero textual (notícia)

Cada aluno recebeu uma cópia do texto em que uma notícia falsa era desmentida pela prefeitura da cidade de São Gonçalo. A atividade promoveu a discussão sobre a intencionalidade da notícia falsa assim como a intencionalidade do próprio gênero notícia em um jornal de grande circulação.

Os alunos identificaram no texto os meios pelos quais os munícipes podiam verificar com segurança uma notícia ou informação sobre a cidade. Para além desta notícia em específico, ampliamos a discussão e tratamos de temas tais como: links suspeitos, catfishing, google acadêmico, cyberbullying, clickbait, etc.

3. Output: mão na massa

3.1: os alunos ouviram um podcast que eu havia feito sobre os impactos da tecnologia na definição do ser humano, da nossa relação cada vez mais mediada pela inteligência artificial e outros recursos e dispositivos tecnológicos.

3.2. em duplas, os alunos foram construindo um roteiro sobre os pontos que deveriam ser mencionados no podcast: o que significa fake news; dicas de checagem das publicações recebidas; locais de maior divulgação de fake news; o que fazer caso você repasse uma fake news sem querer.

3. Revisamos os textos e os alunos estabeleceram a ordem da gravação.

4. Gravação do podcast

Ao analisar o planejamento e execução da atividade, acredito que ela tenha alcançado as três dimensões propostas pela pedagogia midiaeducativa a seguir: análise contextual; análise textual e produção criativa.

O planejamento e a realização da atividade se deu a partir da observação de fenômenos do cotidiano que estavam materializados em forma de vídeo e notícia. A partir desta análise contextual e textual problematizou-se o fenômeno Fake News sobretudo no que tange o compartilhamento e prevenção. Durante todo o processo a dimensão criativa foi provocada. Durante às discussões, os alunos expressavam sua opinião, leram e interpretaram uma notícia, construíram um roteiro e gravaram um podcast. Os alunos foram provocados a produzir um conteúdo digital (podcast) de forma crítica e criativa. Para além do protagonismo dos estudantes, através do compartilhamento do podcast no Instagram da escola, foi possível ultrapassar os muros da escola e chegar a toda a comunidade escolar.

Registros
IMAGENS
ÁUDIOS
VÍDEOS
PDFs
Envie sua mensagem
E aí, professor(a)?

Gostou dessa ação, tem alguma sugestão ou quer tirar alguma dúvida com este(a) professor(a)? Mande uma mensagem para ele(a) aqui. As Cartografias também consistem neste espaço de trocas e compartilhamentos do que se produz na Rede Municipal de Educação carioca.